NOTÍCIAS

O seguro de viagem

O seguro de viagem

De acordo com os dados do seu próprio negócio e da sua carteira de Clientes, a MAPFRE chegou à conclusão de que os meses de verão concentram 41,2% da utilização das coberturas do seguro de viagem. Três em cada quatro viajantes que precisaram utilizar o seguro de viagem fizeram-no por necessidade de assistência médica, por doença ou acidente no destino que visitaram. A segunda causa são os repatriamentos médicos por doença, acidente ou falecimento sendo estes responsáveis por 10% da utilização do seguro de viagem. Os gastos de cancelamento e interrupção de viagem e a perdas e danos nas bagagens representam 6% e 5% respetivamente seguidos de perto pelos atrasos no meio de transporte.

Os produtos da MAPFRE ASISTENCIA dão total cobertura àqueles que são os maiores riscos de viagem e integram soluções para todos os contratempos, graves ou ligeiros, que sucedam durante uma viagem de férias ou de trabalho.

Os riscos são bastante elevados e a necessidade de proteção dos viajantes é cada vez maior. Contratar um seguro de viagem antes desta se iniciar é fundamental. No caso dos gastos médicos por doença ou acidente os viajantes deparam-se normalmente com dois tipos de problema: em determinados destinos, a assistência médica disponível não é a mais adequada sendo de extrema importância o apoio da rede médica da MAPFRE; em outros destinos, como os EUA, a assistência médica disponível é a adequada mas os custos são elevadíssimos – uma pequena cirurgia a uma hérnia pode custar entre os quinze e os vinte mil dólares e o tratamento de uma perna partida pode resultar num gasto entre os vinte e os cinquenta mil dólares.

Se quer viajar sem preocupações, manda a prudência que contrate um seguro de viagem com o nível máximo de cobertura.