NOTÍCIAS

Enfrentar o desafio do envelhecimento com realismo

Enfrentar o desafio do envelhecimento com realismo

​​​O suplemento de Negócios publicado aos domingos pelo jornal espanhol El País incluiu, no dia 20 passado, um artigo escrito por Antonio Huertas. Na seção Laboratório de Ideias, o presidente da MAPFRE escreveu sobre a realidade do envelhecimento da população que, na sua opinião, "...se for gerido de maneira adequada, pode produzir o mesmo número de oportunidades que a revolução digital".

"Envelhecer com saúde é uma coisa da qual nos podemos orgulhar como sociedade", afirmou o presidente.

Na coluna, o presidente lamenta a forma negativa como o assunto do envelhecimento é tratado normalmente. "Somando um mundo conectado a um mundo envelhecido, teremos o paradigma perfeito para mudar. Quanto ao segundo, nós mal prestamos atenção ao sentido positivo, só ficamos a reclamar do futuro", afirma.

Em relação ao modelo de mercado de trabalho atual, Antonio Huertas insiste na necessidade que seja adaptado a esta realidade de pessoas "jovens", de mais de 65 anos, que têm capacidade para trabalhar durante muitos anos mais e provavelmente encontrarão o seu espaço nos novos empregos que poderão aparecer num novo setor ligado à ageingnomic. O presidente também fez referência aos problemas de sustentabilidade dos sistemas públicos de reforma, de que o envelhecimento tem agravado, "porque existem cada vez mais reformados que chegam à idade estabelecida com direitos adquiridos mais altos e que vivem cada vez mais, o que significa que irão receber pagamentos durante um número maior de anos, já que as reformas são vitalícias".

Antonio Huertas encerra a coluna sugerindo que os novos nichos de emprego sejam explorados e aproveitados nas áreas de turismo, lazer e saúde, convidando a continuar a discutir esta nova realidade com maior profundidade, para poder definir uma estratégia que seja integral.